Concurso de roteiros

05/06/2019 03:26

A Editora da UFSC (EdUFSC) realiza este ano o Concurso Odília Carreirão Ortiga II em que premiará duas obras na categoria Roteiros de Teatro e Cinema. As obras devem ser inéditas e redigidas em língua portuguesa, sendo que os autores devem ser pessoas nascidas no estado catarinense ou residentes nele a pelo menos dois anos. Edital AQUI.

As inscrições poderão ser feitas de 1° de março a 28 de junho de 2019 de duas formas: 1. Diretamente na Secretaria da Editora da UFSC, localizada no 1° andar da EdUFSC do Campus Trindade, em Florianópolis; 2. Remetidas por Correio, respeitando-se a data de postagem, com material endereçado para Concurso Odília Carreirão Ortiga II – Caixa Postal 476 – Florianópolis, SC, 88.040-900.

O resultado do concurso será divulgado em novembro no site da Editora. Dois originais serão os vencedores, podendo ser um roteiro de teatro e um roteiro de cinema, ou dois roteiros de teatro, ou dois roteiros de cimena. A premição para as obras vendedoras será a publicação pela EdUFSC dos roteiros em um volume único em 2020, além de 10% da tiragem das obras (livros) logo após a publicação.

Acesse o Edital e a Ficha de inscrição para participar.

Mais

A Editora da UFSC, ao longo de seus 38 anos de atividade no mercado editorial, em especial no campo das universidades federais, publica obras de variadas áreas do conhecimento. Para dar a devida atenção à área de Literatura, por si só imensa, abrangente e complexa, a Editora da UFSC promove anualmente concursos literários que contemplam os diversos gêneros literários, cuja premiação é a publicação da obra selecionada em cada concurso. Já foram editadas Ao que minha vida veio…Suéter laranja em dia de luto seguido de Não sempreCrônicas das cidades partidasCurralGuia literário para machosPoesia religiosa: antologiaOs mortos de abril: pequeno diário higiênico, todos disponíveis para venda em livraria.ufsc.br.

A EdUFSC também disponibiliza e-books gratuitos que podem ser acessados e lidos por todos. Confira no site http://editora.ufsc.br/estante-aberta/.

Odília Carreirão Ortiga

Formada em Direito (1958) e em Letras Neolatinas Francês e Português (1973) pela UFSC, e doutorada em Literatura Brasileira (1993) pela USP, a ligação da professora Odília Carreirão Ortiga com o teatro começou em 1959, quando fez parte do grupo fundador do Teatro Universitário de Santa Catarina, que teve uma produção intensa nos anos 1960. Dirigiu peças, excursionou, participou de festivais e incentivou atores, entre eles Zeula Soares, Édio Nunes e Ademir Rosa.

Na década de 1960, Odília Ortiga atuou também como diretora de teatro em montagens do SESC, UFSC e SESI, onde teve sua última experiência teatral, com a peça “O Santo Inquérito”, de Dias Gomes, que estreou e se manteve em cartaz no TAC, além de ser apresentada para a comunidade operária na cidade de Blumenau. Entre os diversos espetáculos dirigidos por ela também destaca-se “O Auto da Compadecida”, de Ariano Suassuna, que fez longa temporada no Teatro Álvaro de Carvalho, com grande sucesso de público, além de uma inédita apresentação para os internos da Penitenciária do Estado.

A partir de 1974, ela seguiu a carreira de professora no curso de Língua e Literatura Vernáculas, na graduação e pós-graduação da Universidade Federal de Santa Catarina. Em 2014, Odília Ortiga foi homenageada no 21º Festival de Teatro Isnard Azevedo. Faleceu em Florianópolis, em 27 de outubro de 2016.

CIPS: PODERES DO SOM

04/06/2019 15:24

A 1ª Conferência Internacional de Pesquisa em Sonoridades – Powers of Sound é uma iniciativa do Grupo de Estudos de Imagem, Sonoridades e Tecnologia (GEIST), formado por pesquisadores de seis instituições brasileiras: UFSC, UFES, IFRS, UFRGS, UNISINOS e UFF. A iniciativa busca promover e atualizar a discussão relacionada ao som em diferentes países e suas relações com diversos campos do conhecimento, ampliando o alcance do campo de pesquisa em estudos do som no Brasil e em diálogo com instituições e pesquisadores estrangeiros.

website: https://www.sonoridades.net/
evento no facebook:https://www.facebook.com/events/348911582435185/?event_time_id=348911589101851

 

 

Retorno do Cineclube Sessão de Arte, à tarde na UFSC III: o Autor-Diretor no Cinema de Arte

21/05/2019 15:03

O projeto Cineclube Sessão de Arte, à tarde na UFSC III: o Autor-Diretor no Cinema de Arte, que a partir do dia 27/05/2019 entra na sua terceira edição, traz no título o que pretendemos: discutir a obra de alguns autores-diretores sob a perspectiva da direção de arte.

No desenvolvimento das disciplinas de Direção de Arte dos cursos Bacharelado em Artes Cênicas e de Cinema, do Departamento de Artes – ART, do Centro de Comunicação e Expressão – CCE, ministradas pelo Prof. Dr. Luiz Fernando Pereira, para ilustrar o assunto abordado em sala de aula muitas vezes são mostradas cenas de diversos filmes de produções internacionais e nacionais. O projeto nasceu de uma necessidade manifestada pelo corpo discente de aprofundar o estudo desses filmes que, por razões de tempo e espaço, não podem ser assistidos em sua integridade em sala de aula.

Nesta edição do Cineclube escolheremos um “objeto de estudo”, de um autor e algumas de suas obras cinematográficas, traçando um paralelo e um percurso deste objeto ao longo destas obras, analisando o objeto sobre o olhar da direção de Arte.

O primeiro cineasta selecionado é o diretor italiano Federico Fellini, cujo objeto de estudo será “o clown”. Farão parte desta mostra os filmes, que segundo o diretor, compõem o universo cinematográfico “circo-cinema”, numa clara reverência ao circo que foi sua primeira referência artística e que tornou-se uma constante em seus filmes.

Os filmes de Federico Fellini a serem analisados são: Mulheres e Luzes, 1950; O Sheik Branco, 1952; Os Boas Vidas, 1953; A Estrada, 1954; As Noites de Cabíria, 1957; A Doce Vida, 1960; Fellini Oito e Meio, 1963; Julieta dos Espíritos, 1965; Fellini Satyricon, 1965, The Clowns, 1970; Roma de Fellini,1972; Amarcord, (1973); Casanova de Fellini, 1970; Ensaio de Orquestra, 1979; A Cidade das Mulheres, 1980; E La Nave Vá, 1983; Ginger e Fred, 1985; Entrevista, 1987; A Voz da Lua, 1990.

A sessão será quinzenal e ocorrerá na Sala de Projeção do Bloco D, do Centro de Comunicação e Expressão – CCE. A exibição do filme será precedida por uma contextualização da criação da obra, com esclarecimentos sobre o diretor e sobre sua direção de arte, buscando dessa forma o aprofundamento artístico do espectador. Ao final de cada exibição será aberto um diálogo para que os participantes possam formular questões suscitadas pelo filme e esclarecer dúvidas, para que se construa uma reflexão sobre a obra, coletivamente.

Nosso público alvo são os membros da comunidade acadêmica, discentes, técnicos e docentes e membros da comunidade externa. Toda e qualquer pessoa interessada em aprofundar seus conhecimentos sobre cinema e direção de arte será bem vida.

Inicie bem sua semana: assista a um filme de arte às segundas feiras à tarde na UFSC. Quando: dia 27 de maio de 2019 às 14h:30 – Onde: Sala de Projeção do Bloco D- CCE. Traga sua pipoca e seus amigos. Compareça !!!

Cineclube Sessão de Arte, à tarde na UFSC III:

o Autor-Diretor no Cinema de Arte.

A Estrada

Federico Fellini


Giulietta Masina – Personagem Clown em A Estrada da Vida

IV SBEDR – SEMINÁRIO BRASILEIRO DE ESCRITA DRAMÁTICA: REFLEXÃO E PRÁTICA

07/05/2019 17:29
O Núcleo de Estudos em Encenação Teatral e Escrita Dramática (NEEDRAM), junto ao PPGLIT/CCE/UFSC, tem orgulho de anunciar o IV SBEDR – SEMINÁRIO BRASILEIRO DE ESCRITA DRAMÁTICA: REFLEXÃO E PRÁTICA, contemplado com o Edital de Apoio às Culturas do Fundo Municipal de Cultura de Florianópolis, que acontecerá, na UFSC, de 24 a 26 de junho de 2019.
Repetindo o sucesso das três primeiras edições – 2015, 2016 e 2018 – a programação contempla diferentes públicos, promovendo e valorizando a arte e a teoria da Escrita Dramática.
Na sessão de Debates, convidados discorrerão sobre a situação e os rumos da Escrita Dramática na academia, nos processos teatrais, em publicações e na cena.
Nas Grandes Aulas, palestrantes apresentarão obras de relevantes autores dramáticos.
Na sessão de Comunicações, professores e estudantes apresentarão pesquisas acadêmicas com foco na teoria e na prática do tema do seminário.
E, por fim, teremos um concurso de Escrita Dramática, intitulado ‘Mercado de Peças’, que irá selecionar um texto teatral de um autor brasileiro contemporâneo, o qual será apresentado sob forma de leitura dramática durante o evento.
Para enviar sua comunicação, texto teatral ou para se inscrever como ouvinte, acesse: https://1sbedr.wixsite.com/1sbedr

V Semana da Dança UFSC convida para Treinamento/Convivência e Apresentação do Objeto Coreográfico

23/04/2019 14:31

Colônia – mobilidade emergente de autonomia coletiva, com Grupo Cena 11 Cia de Dança – Foto: divulgação

A V Semana da Dança, promovida pela SeCArte/UFSC, abre inscrições para o Treinamento/Convivência e Apresentação do objeto coreográfico COLÔNIA – MOBILIDADE EMERGENTE DE AUTONOMIA COLETIVA. A atividade será ministrada pelo Grupo Cena 11 Cia de Dança, e será realizada no mês de maio de 2019.

As inscrições gratuitas estão abertas entre os dias 23 e 25 de abril. A atividade se destina a toda comunidade acadêmica, artistas e interessados em geral, com ou sem experiência em dança (idade mínima de 18 anos). É obrigatória a presença em todos os ensaios e apresentação na abertura da “V Semana da dança da UFSC”. Verifique o cronograma e inscreva-se se REALMENTE puder comparecer todos os dias! São poucas vagas. Caso seja necessário, será feita seleção prévia.

Inscrições gratuitas: [Formulário on-line]

O Treinamento/Convivência e Apresentação do Objeto Coreográfico COLÔNIA – MOBILIDADE EMERGENTE DE AUTONOMIA COLETIVA, parte da ideia de formação, criação e treinamento como ações correlatas. Propõe-se criar um objeto coreográfico como dispositivo de modos de instaurar emergência, treinar coletivamente e promover a percepção de singularidades no lugar de identidades. A ideia é trabalhar com o número mínimo de 50 performers, que através do treinamento/convivência junto ao Grupo Cena 11, partem da co-dependência e da emergência para juntos instaurarem um percurso transitório de autonomia coletiva.

O objeto coreográfico “Colônia – mobilidade emergente de autonomia coletiva” é uma situação coreográfica formulada para gerenciar o encontro de um grande número de pessoas com o objetivo de compor, através de comportamentos simples, um objeto cênico de padrões complexos. As múltiplas interações dos performers envolvidos através dos padrões propostos inicialmente, objetivam instaurar uma singularidade coreográfica coletiva através de um período mínimo de treinamento/convivência. O objeto artístico faz da mobilidade uma realidade somente possível na interdependência dos fatores envolvidos: dança, convívio, mobilidade, ambiente e autonomia.

V Semana da Dança UFSC

Este ano a V Semana da Dança UFSC será realizada entre os dias 27 a 31 de maio. O evento reúne várias atrações, que visam promover o debate, a experimentação e a divulgação de diversas expressões em dança.

Cronograma:

Inscrições gratuitas: [Formulário on-line] de 23 a 25 de abril
Divulgação dos selecionados
: 27 de abril
Treinamento/convivência (presença obrigatória)

Ensaios na UFSC – CAIXA PRETA
A partir do dia 29 de abril (segunda-feira)
Todas as segundas, quartas e quintas das 13 às 17 horas (dias: 29/04, 02, 06, 08, 09, 13, 15 e 16/05)

ENSAIOS – AUDITÓRIO GARAPUVU dias: 22, 23 e 24 das 13 às 17h
Apresentação: 27/05 às 20h (presença obrigatória a partir das 14h)
Duração apresentação: aproximadamente 30 minutos.
Performers: 7 do Grupo Cena 11 + 30 a 50.
Perfil dos convidados: Disponibilidade a ações físicas de organização coletiva. Interessados em dança, teatro, cinema, arquitetura, design, ciências sociais, antropologia, circo, performance, e artes vivas.
Idade mínima: 18 anos

Tags: DançaGrupo Cena 11 Cia de DançaUFSCV Semana da Dança UFSC

Oportunidade de estágio no LABLUZ

01/04/2019 16:54

O Laboratório de Estudos em Iluminação Cênica (LABLUZ) neste semestre terá duas vagas para bolsistas!

Elas serão destinadas axs alunxs regularmente matriculados nos cursos de Artes Cênicas e Cinema. Uma vaga no período vespertino (20h semanais) e outra no período noturno (20h semanais). Os interessados deverão enviar e-mail, até as 18 horas do dia 03/04/19 (quarta-feira), para labluzufsc@gmail.com (Assunto: Estágio no LABLUZ) contendo: Nome; Matrícula; CPF; Curso; Horário Disponível; E um parágrafo (ou mais) explicando por que iluminação cênica, com o histórico escolar em anexo. Quem for selecionado nesta etapa, participará de uma breve entrevista que será agendada posteriormente.

No início os bolsistas selecionados(as) atuarão em outro setor (a ser determinado) no departamento de artes, até que o coordenador do LABLUZ retorne de sua licença.

Inscrições por meio do e-mail labluzufsc@gmail.com conforme orientações.

O Assimetria – Festival Universitário de Cinema e Audiovisual está com inscrições abertas

28/03/2019 14:09
O Assimetria –  Festival Universitário de Cinema e Audiovisual está com inscrições abertas, gratuitas e online, até às 23h59min do dia 31 de março de 2019. O Festival, as sessões dos filmes selecionados e a premiação ocorrerão entre os dias 27 e 29 de maio de 2019, no Museu da Imagem e Som MIS/CIC, parceiro da UFSC, em Florianópolis/SC. Haverá mostra on-line nos mesmos dias e horários na UFSM, em Santa Maria/SC.
 
Essa edição abrangerá filmes de até 25 minutos realizados em Instituições de Ensino Superior (IES) da região Sul do Brasil, mais Argentina, Uruguai e Paraguai. O intuito é difundir o curta-metragem universitário e promover a reflexão sobre as produções cinematográficas dos estudantes de graduação e pós-graduação, além de buscar contribuir para a promoção da cultura local, nacional e sul-americana.
 
Poderão concorrer curtas-metragens universitários nas categorias de ficção, documentário e experimental, e realizados no período de graduação ou pós-graduação, vinculadas a uma IES. As equipes devem ter sido compostas por pelo menos um estudante universitário e/ou egresso que assina uma das principais funções da obra (veja o regulamento e se inscreva em bit.ly/festivalassimetria2)
 
Esta é a segunda edição do festival Assimetria, que é um projeto de extensão do Centro de Artes e Letras (CAL) da UFSM, em parceria com a TV OVO, com o Cineclube da Boca e com professores do curso de Cinema da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC). Acompanhe o Assimetria pela página no Facebook, que também serve de canal de comunicação para dúvidas, além do e-mail assimetriacine@gmail.com.
Assimetria_Cartaz_Edital_2019 online menor.png
clelia mello 

http://cleliamello.blogspot.com.br

ESTADO DE ARTE PERMANENTE
                rEXISTÊNCIA       

Projeto Dança Cênica – 2019-1

27/03/2019 14:34

Projeto Dança Cênica

Encontros de Dança Contemporânea

Quintas as 15h – 17h – Inicio em 28/03/2019

CCE, bloco D, sala 208

Proposta de dança em exercícios preparatórios e básicos do corpo em movimento somático, através de uma oficina regular de dança contemporânea no movimento de fundamentos corporais que permitem ao individuo observar o seu corpo e sensações por meio dos padrões neurológicos básicos apontados por Irmgard Bartenieff, discípula de Rudolf von Laban. Com o estudo de possibilidades de conexão do corpo em movimento, os encontros tem como objetivo desenvolver a pratica da dança, mapear um protocolo de ação dançada e o ensaio de uma composição coreográfica autoral do propositor Giovanni Scotton. A busca em contemplar a partilha de sua dança vida e as interconexões entre o coletivo e as individualidades participantes de cada encontro, traz para a oficina uma pegada diferente aos modos convencionais de operar em dança.

A vertente do trabalho passa pela dança moderna (Graham e Cunningham), educação somática (Bartenieff, BMC e Viana), dança teatro (Jooss e Bausch) e contato improvisação (Paxton e Scotton). O contato improvisação encontra aqui a si mesmo, com o espaço próximo a seu corpo e com o outro improvisador, em dinâmicas de toque orientada por mapas do corpo e movimento facilitado em jogos coletivos.

Giovanni Scotton é Bacharel em Dança pela UNESPAR/FAP e bacharelando em Artes Cênicas na UFSC.